Descubra aqui o que fazer na Avenida Paulista!

7 minutos para ler

A Avenida Paulista é um dos cartões-postais icônicos de São Paulo. A referência resume o que é morar em uma das cidades mais populosas do mundo. Com três quilômetros de extensão, a avenida tem um repertório de experiências culturais, de consumo, de rostos e paisagens. A resposta para a pergunta “O que fazer na avenida paulista?” apresenta tantas possibilidades quanto a diversidade de corpos vistos nessa rua.

A localização central da avenida promove o acesso a regiões como o Centro Histórico, Jardins e Liberdade. A Paulista é cortada por outras ruas icônicas que também têm possibilidades múltiplas de museus, lojas e restaurantes. Os destaques são: rua Augusta, Bela Cintra, Haddock Lobo e Frei Caneca.

O artigo continua para você descobrir o que fazer nesse ponto turístico praticamente obrigatório na visita.

Veja o que fazer na Avenida Paulista

Situada no bairro Bela Vista, a Avenida Paulista é considerada o centro financeiro de São Paulo. Essa característica explica a diversidade de restaurantes e lojas. O cenário econômico animador resulta em ideias bem-sucedidas, onde se pode comer bem e encontrar produtos e serviços para todos os gostos. Além disso, há opções gratuitas ou mais acessíveis como museus, galerias e espaços de cultura em geral.

O fator surpresa integra a experiência de andar na Avenida Paulista. Espetáculos teatrais e performances ao ar livre são encontrados diariamente no percurso. Intervenções publicitárias também oportunizam bons momentos de lazer.

Faça a sequência Mirante 9 de Julho, Livraria Cultura e Teatro

Aliar passeios para aproveitar o que cada um tem de melhor é uma estratégia que tem tudo a ver com a multiplicidade da Avenida Paulista. Relaxe o olhar ao ver a paisagem no Mirante 9 de Julho, depois folheie, enquanto espera a hora do espetáculo teatral, edições especiais de livros de arte, fotografia, moda, arquitetura sob a vista do dragão de madeira que integra a livraria cultura.

Por isso, escolha antecipadamente algum espetáculo para assistir no Teatro Frei Caneca, Teatro do Centro Cultural Fiesp ou Teatro Procópio Ferreira. Informado sobre a hora, organize o tempo para apreciar a vista no restaurante Mira (Mirante 9 de Julho). O mix de bar e restaurante agrega boa música, uma vista incrível de São Paulo, onde você pode tomar um drink especial e interagir com o público multicultural.

Alugue uma bicicleta e percorra a avenida sob novos ângulos

A simplicidade de andar de bicicleta apresenta novos ângulos para observar a avenida. É uma experiência que alia dois movimentos: o fluxo próprio do espaço e o fluxo da bike. Há estações onde você pode, mediante cadastro via aplicativo no celular, alugar uma bicicleta por até 60 minutos. A facilidade dessa opção é poder devolver o meio de transporte em qualquer estação e aproveitar para conhecer o entorno do local economizando tempo.

Aliás, todos os bairros da região têm estações de bicicleta. Então, é válido reservar alguns dias ou horas para conhecer as ciclovias da região. Com uma música nos fones de ouvido, aprecie as paisagens desse passeio. É importante frisar que a Avenida Paulista é um dos pontos turísticos que, por causa do seu dinamismo, sempre apresenta novas experiências.

Conheça o Instituto Moreira Salles

Desde 2017, a antiga mansão da família Moreira Salles funciona como espaço de galerias de arte, apresentações musicais, biblioteca, cineteatro, espaço gastronômico e muitas outras opções. O roteiro cultural pela Avenida Paulista pede uma visita ao Instituto Moreira Salles (IMS). O espaço é conhecido pelas coleções de fotografia, uma oportunidade para aprender um pouco mais sobre a história do Brasil durante os séculos XIX e XX.

Visite o Parque Trianon

Aproveitar a mata atlântica é uma opção para quem quer conhecer o Parque Trianon, inaugurado ainda no final do século XIX. A área apresenta uma rica diversidade de flora e o acesso é gratuito. Aproveite árvores centenárias, trilhas e esculturas icônicas como a Aretusa, de Francisco Leopoldo Silva, e O Fauno, de Victor Brecheret. O passeio é mais uma oportunidade de vivenciar paisagens diferentes na Avenida Paulista.

Visite o MASP

Símbolo da arquitetura moderna brasileira, projetado por Lina Bo Bardi, o Museu de Arte Moderna de São Paulo (MASP) é um prédio de destaque na avenida. O acervo tem obras clássicas de Portinari, Van Gogh, Di Cavalcanti, Monet e Picasso que integram uma coleção variada de mais de 10.000 peças. Conta com exposições itinerantes, cursos e shows.

Alguns fatos históricos valem o conhecimento, como o show de Daniela Mercury, realizado em 1992 no vão do prédio. Por causa da inesperada quantidade de público, as estruturas de concreto do edifício balançaram, correndo risco de grande transtorno. Tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), o MASP também contou com a presença da Rainha Elizabeth II em sua inauguração, em 1968.

Conheça a Casa das Rosas

Construído em 1935, o casario é uma oportunidade para acessar o tempo histórico da época dos barões do café. A construção faz parte de um conjunto de mansões da elite cafeeira da época. Hoje é um espaço bucólico, onde você pode tomar um café enquanto aprecia o jardim e os espaços antigos da casa. O local dispõe de uma programação gratuita de arte e poesia, como saraus, performances e mostras.

Passeie nos bairros do entorno

Além do bairro da Bela Vista, a Avenida Paulista também pode ser usufruída por bairros como Paulista, Jardins e Consolação. Uma dica válida para qualquer trecho ou região a ser visitada é pesquisar os bairros do entorno que cortam a região. Em pontos turísticos, bairros próximos também oferecem excelentes opções de lazer.

Paulista

O bairro Paulista pertence a um dos trechos mais nobres da avenida. Densamente arborizado, o passeio de bike é um convite adicional e memorável para experimentar a qualidade de vida dos moradores locais. Com uma excelente infraestrutura e acesso a ônibus e estações de metrô da linha 2-verde, no início do século XIX, o bairro era uma região de sítios, o que explica a quantidade de árvores frondosas.

Jardins

É no bairro Jardins que existe a icônica e fashionista rua Oscar Freire. O Museu da Imagem e do Som (MIS), o Museu da Casa Brasileira e a Casa Museu Ema Klabin são boas opções culturais da localidade. Experimente também os pastéis de nata da Manteigaria Lisboa ou o autêntico Ceviche no Lima Cocina Peruana.

Consolação

No bairro da Consolação, está localizada a rua Augusta, com uma cartela variada de restaurantes (cozinha havaiana, mexicana, francesa, italiana, vegana etc). Também há diversas opções de lazer, como casas noturnas, galerias, charmosos cafés e o fluxo de pessoas característico de São Paulo. Além disso, há barbearias singulares, como a Circus Hair, com uma verdadeira decoração circense que vale o corte de cabelo.

Agora você já sabe o que fazer na Avenida Paulista. A cidade que nunca dorme tem nesse cartão-postal um mundo de possibilidades de lazer. Apenas andar despretensiosamente pela avenida já é uma experiência válida e memorável.

Ficou com vontade de desfrutar cotidianamente dos benefícios de morar na Paulista? Aproveite para conhecer o empreendimento NIK Paulista, pensado para rotinas dinâmicas nos lugares certos.

Posts relacionados

Deixe um comentário