[dez/21] Confira como fazer um jardim vertical externo!

6 minutos para ler

Quando você ouve a palavra jardim, logo vem à sua mente qual imagem? Um campo horizontal cheio de flores e vegetações, não é mesmo? É uma imagem muito bonita e que traz uma tranquilidade gigante. Mas já pensou como seria isso dentro da sua casa?

Parece sonho, mas não é. É possível, e mais do que isso, é tendência ter um parecido dentro de casa. Porém, a única diferença é que não é horizontal, e sim, um jardim vertical externo.

Os jardins verticais estão nos top trends entre as decorações atuais. Por isso, é comum vermos fotos no Instagram de pessoas fazendo poses em frente de um. A parte boa disso é que dá para construir esse cenário dentro da sua casa.

Já está pensando em como sua casa ficará com essa nova proposta? Então, continue lendo nosso post. Vamos falar sobre o que exatamente é um jardim vertical, como você pode construí-lo, quais materiais são necessários, entre outras várias informações que deixarão sua casa com um design de alto padrão. Confira!

O que é um jardim vertical externo?

Um jardim vertical externo é um ambiente construído com plantas. Porém, as plantas não ficam no chão, como era comum de se ver antigamente. Elas ficam próximas à parede. Esse tipo de jardim vertical é feito na parte externa da casa ou apartamento — na varanda ou área gourmet, por exemplo.

Quando eles são naturais, os jardins verticais externos ajudam a dar à casa uma sensação de leveza, pois geram uma aparência mais natural. Além disso, em apartamentos menores, é mais difícil de colocar vasos grandes ou médios, então, o jardim vertical externo surge como uma boa solução.

É uma excelente ideia para fazer uma decoração sustentável e dar ao seu lar um ar de natureza, que às vezes é difícil pela disponibilidade de espaço. Por fim, o jardim vertical externo tem também o objetivo de ser uma decoração mais moderna e contemporânea do que a aplicação de vasos pequenos e médios na parte de fora do lar.

Como surgiu essa tendência?

A tendência do jardim vertical surgiu com a observação dos meios urbanos, conhecidos como selvas de pedras. Havia um olhar para esse amontoado de prédios cinzas, e a necessidade de como deixar o ambiente das cidades com uma aparência mais natural.

Foi nesse momento que surgiram os jardins verticais, aplicados em diversos edifícios. Além de ser uma incrível tendência de design, os jardins verticais ajudam o meio ambiente, porque, por mais que sejam pequenos focos de ambiente verde, já deixam a cidade com um ar de maior qualidade.

Foi então que, assim como acontece com todas as tendências, começaram a surgir outras formas de observação e de aplicação dos jardins verticais. Eles que antes eram vistos somente na parte externa de prédios começaram a ir para a parte interna de apartamentos, lojas, empresas e outros estabelecimentos.

Foi nesse momento que os jardins ficaram mais visíveis e se popularizaram. E agora, quem não quer um jardim vertical para decorar sua casa?

Para que serve o jardim vertical externo?

Um jardim vertical externo serve para decorar o ambiente, deixá-lo com um ar de leveza e natureza. São qualidades que foram úteis principalmente nos últimos anos.

A pandemia levou as pessoas a ficarem mais tempo dentro de suas casas, trazendo a necessidade de deixar os ambientes do lar com um aspecto mais agradável e convidativo. Então, podemos dizer que o jardim vertical externo ajuda a manter uma boa saúde mental.

Quais são os benefícios?

Os benefícios são muitos. Não à toa, vários lugares que incentivam essa prática como terapia. Ao mexer com a terra e com as plantas, as pessoas têm uma sensação de relaxamento. Além disso, a jardinagem é uma atividade que exercita a atividade motora e visual. O contato com a natureza e com plantas é muito positivo para a saúde mental.

Além de deixar sua casa mais bonita, ter um jardim também é uma forma de exercitar as diversas formas de cuidado, ao ter que cuidar, regar e mantê-las vivas. Em um jardim vertical externo natural, pode ser praticada essa atividade tão benéfica para a saúde.

Como construir um jardim vertical externo?

Agora que já sabemos todos os benefícios e conceitos do jardim vertical, que tal construir o seu? Para isso, o primeiro passo é escolher a área externa onde deseja montar seu jardim. Depois, deve ser escolhido em qual suporte colocá-lo, pode ser em suporte de pallet, bambu, plástico ou cano de pvc. O jardim pode ficar junto à parede.

O segundo passo para a construção do jardim é a escolha do tipo de planta. Para tomar essa decisão, antes você precisa saber quanto tempo tem disponível para cuidar do seu jardim. Se não for muito, escolha plantas com menos necessidade de irrigação e cuidados. Se for um tempo maior, há mais opções para escolher. 

Quais são os tipos de planta que posso utilizar?

As plantas mais indicadas para o jardim vertical externo são aquelas que crescem de forma vertical naturalmente em seu ambiente normal, como a barba serpente, a samambaia ou a jibóia. Existem várias outras plantas possíveis, como a borba de serpente, hera inglesa, brilhantina, chifre de veado, dedo de moça.

Também é possível cultivar plantas de sombra e meia-sombra, bromélia, entre outros tipos. Em todos os casos, não se esqueça de ver o cuidado específico com cada uma antes de escolher. Verifique também quais plantas demandam cuidados similares para otimizar o tempo disponível para cuidar delas. 

Como vimos, ter um jardim vertical externo é benéfico tanto para a saúde quanto para o visual de um local. Ele ajuda a melhorar a qualidade do ar, o clima e a aparência do local. Para quem realmente não tem tempo, é possível construir jardins verticais artificiais, que necessitam de menos cuidado e dão um aspecto decorativo moderno ao lar.

Esse tipo de artifício de decoração só gera benefícios para a casa, deixando com uma aparência de alto padrão. Gostou do conteúdo e quer acessar mais dicas? Siga a página da Fernandez Mera no Facebook e acompanhe nossas novidades em primeira mão!

Posts relacionados

Deixe um comentário