Você já ouviu falar sobre decoração industrial? Veja 5 de suas características

Você já ouviu falar sobre decoração industrial? Veja 5 de suas características

A decoração industrial dispensa paredes e traz o charme urbano para o design de interiores. Embora seja um projeto muito comum em lofts, ele pode ser facilmente adaptado para casas e apartamentos.

Esse estilo decorativo tem inspirado vários arquitetos contemporâneos, pois sua essência contrasta elementos modernos com móveis retrô e mistura o conforto com a praticidade do dia a dia dos moradores.

Basicamente, a sua estética não se prende aos conceitos do design tradicional e traz uma grande flexibilidade em suas criações. Neste post, apresentamos a origem da decoração industrial e suas características básicas para você elaborar excelentes composições. Vamos lá?

Origem da decoração industrial

O estilo industrial surgiu em Nova Iorque, entre as décadas de 1950 e 1970. Nessa época, as pessoas precisavam adaptar galpões e estúdios como residências ainda devido à crise americana nos anos 20. Geralmente, essas construções abandonadas eram localizadas em áreas nobres das metrópoles.

Desse modo, os ambientes mesclavam os móveis da época com a estrutura do espaço, como paredes naturais e amplas janelas. Nos dias atuais, essa composição seria equivalente à mobília vintage misturada aos canos aparentes e revestimentos de cimento queimado.

Características do estilo industrial

Esse tipo de decoração conquistou muitas pessoas por conta do toque de personalidade, por meio de elementos rústicos, reaproveitados e ambientes integrados. É importante destacar que o estilo não faz questão de disfarçar a aparência de galpões, unindo esse aspecto ao visual contemporâneo. Conheça algumas características marcantes a seguir.

1. Instalação de fios e canos aparentes

Manter a parte elétrica aparente na composição do design é uma das soluções mais práticas e funcionais em um projeto arquitetônico. Contudo, é fundamental que haja um layout detalhado, no qual se prepare antecipadamente os pontos de interruptores, tomadas e terminações.

Mesmo porque, com a parte elétrica exposta, esse elemento fará parte da decoração da casa. Por essa razão, os conduítes devem se manter alinhados para harmonizar o efeito visual. Inclusive, o benefício desse tipo de instalação é a flexibilidade, já que é possível  acrescentar novas tomadas e interruptores sem tanto transtorno com reforma.

No caso dos banheiros e da cozinha, é importante avaliar o quadro de distribuição de força e outras instalações. Muitas vezes, o material aplicado são conduítes de aço galvanizado, os quais podem ser adquiridos em lojas do segmento ou grandes home centers.

Quanto à manutenção, é imprescindível que a limpeza dos dutos esteja sempre em dia, uma vez que a poeira pode ficar impregnada nos canos e eles estarão visíveis o tempo todo. É bom lembrar que, em alguns locais, essas tubulações aparentes não podem ser aplicadas. Cômodos que possam acumular muita sujeira ou casas de praia são alguns deles, já que essas características podem deteriorar mais rapidamente os conduítes.

2. Uso de concreto

Na época em que o estilo industrial era uma necessidade, não comprometer o orçamento era importantíssimo aos moradores de Nova Iorque. Dessa maneira, começaram a decorar com o que tinham disponível, transformando o piso de concreto em uma personalidade própria de suas moradias, por exemplo.

Para se adequar ao estilo dos anos 50, hoje em dia é possível deixar as paredes da casa com um tratamento que, propositalmente, aparenta uma superfície danificada pela falta de revestimento. Além disso, se os moradores não estiverem tão à vontade para adaptar todas as regras da decoração industrial ao espaço, é viável adotar o concreto em outros elementos, como apenas nos pisos, nos tetos, em vasos ou no mural da TV.

3. Aplicação de tons cinzas

Com toda certeza, as nuances do cinza devem aparecer na decoração industrial. Entretanto, não é essencial que você crie um projeto limitando a paleta de cores ao branco, preto e cinza. É fundamental aplicar uma cor de destaque, que por sua vez pode ser o mostarda, vermelho ou laranja.

É possível variar entre outras tonalidades, mas essas são as que mais combinam com o estilo, esquentando o ambiente. Considerando que o excesso de cores pode deixar o espaço com outro aspecto que não o de um projeto industrial, é importante ter em mente que as cores devem servir como elemento focal.

4. Utilização de portas e janelas amplas

A iluminação natural é um dos atributos mais peculiares da decoração industrial. Por isso, a instalação de janelas amplas é extremamente necessária nesse projeto arquitetônico. Além disso, as portas são itens muito versáteis nessas situações, e podem funcionar tanto para ampliar os ambientes, como para dar privacidade. As melhores opções são os modelos de portas e janelas de vidro ou ferro — ambas são excelentes na harmonização dos cômodos.

5. Minimalismo

Poucos móveis e muito espaço para circulação: essa é a premissa do estilo industrial. Aqui, os elementos simplesmente decorativos dão lugar aos itens funcionais, com a finalidade de criar uma atmosfera mais leve no ambiente que por si só é bem robusto.

Você pode estar se perguntando como é possível decorar um ambiente sem objetos decorativos, não é mesmo? É bom saber que o minimalismo traz a ideia de valorizar o que é utilizado no dia a dia, por exemplo, um abajur próximo ao sofá, para os momentos de leitura; ou uma cesta com frutas sobre a mesa de jantar, para a hora que bater aquela fome.

Outro fator bem comum na composição minimalista são móveis em linhas retas ou superfícies geométricas. É essencial saber privilegiar os espaços vazios, levando para todos os cômodos o princípio de que menos é mais. Leve em consideração a fluidez nos espaços e deixe o ambiente mais clean.

Como você pôde perceber, é possível levar o estilo industrial para outros ambientes além dos lofts. Compreender essa questão é importante para que você seja capaz de adaptar uma ideia de conceito aberto para outros espaços. Considere que uma decoração harmônica melhora imensamente o bem-estar dos moradores e influencia na qualidade de vida das pessoas.

E aí, o que você achou destas características da decoração industrial? Gostou das dicas e está pronto para aplicá-las? Então, aproveite para compartilhar este post nas suas redes sociais e ajudar seu colegas a também se inspirarem!

Sem comentários

Cancelar