Tabela price: entenda o que é e como influencia no financiamento de imóveis

Tabela price: entenda o que é e como influencia no financiamento de imóveis

Uma das opções usadas para quitar imóveis é o financiamento, que pode ser feito de diversas formas junto a instituições financeiras. O pagamento por sistema de amortização é regido de duas maneiras: pela Tabela SAC ou pela Tabela Price.

A Tabela Price é uma das opções oferecidas quando uma pessoa contrata determinada linha de crédito em que todas as parcelas têm o mesmo valor até o fim do pagamento. A seguir, conheça um pouco mais sobre esse sistema, como ele funciona e qual é sua influência em um financiamento de imóveis!

O que é a Tabela Price?

A Tabela Price consiste em um sistema de amortização no qual é contratado um empréstimo para financiamento e, ao longo do tempo da dívida, as parcelas mantêm o mesmo valor. Isso se deve à distribuição dos juros e ao custo do subsídio, que são divididos igualmente em todas as prestações.

O método também pode ser chamado de Sistema de Amortização Francês e foi criado pelo filósofo Richard Price, no século XVIII. Richard desenvolveu a técnica como forma de ajudar no cálculo do pagamento das pensões e aposentadorias, porém a tabela passou a ser usada em amortizações somente após a Segunda Revolução Industrial, no século XIX.

A tabela é acionada no momento da contratação da linha de crédito, quando o comprador e a instituição financeira escolhem a forma com que a dívida será paga — levando em consideração a amortização, os juros, o número de parcelas e os seguros. Os valores de todas as parcelas são previstos logo no início do acordo.

Como funciona?

Como já foi dito, no sistema de amortização Price, a principal característica é que todas as parcelas têm valores iguais do início ao fim. Mas é necessário entender que nem sempre o pagamento da dívida e os juros serão os mesmos em todas as prestações. Isso porque, em algum momento da quitação, os juros podem ser a maior parte da parcela e a amortização será menor (ou vice-versa).

A composição da quantia pode ser alterada, pois a taxa de juros varia ao longo do tempo do financiamento. As tarifas tendem a ser maiores no início da contratação, diminuindo mais para o final, enquanto as prestações da dívida seguem o caminho contrário.

Ou seja: o início do pagamento é usado para quitar primeiramente os juros do financiamento. Só depois o foco é a amortização da dívida. Cerca de 20% das primeiras prestações é de juros e, mais para o final do pagamento, esse valor cai para 5% ou menos, pois depende da modalidade de crédito que foi contratada.

Como é feito o cálculo do financiamento?

A Tabela Price utiliza uma fórmula para calcular as parcelas do financiamento na qual o valor é determinado em função do preço presente do imóvel que foi comprado, bem como da taxa de juros e, também, do tempo de pagamento. Por fim, tem-se uma tabela com os valores de cada uma das mensalidades.

Essa técnica faz com que, mesmo que o saldo devedor cresça com os juros, o pagamento das prestações anteriores e a quitação do saldo devedor impeçam que o preço das parcelas aumente.

Tome como exemplo um crédito financeiro de R$ 600 mil, em que a taxa de juros é 1% e o período de financiamento é de 60 meses. A parcela do primeiro mês será R$ 16 mil, dos quais R$ 10 mil se referem à amortização e R$ 6 mil são os juros. No segundo mês, a dívida estará em R$ 590 mil, então os juros descem para R$ 5.900,00 e a mensalidade passa a ser R$ 10.100,00.

Onde a Tabela Price é aplicada?

Esse método de amortização é mais aplicado em financiamentos com menores prazos para aquisição de bens de consumo, veículos, empréstimos em bancos e crediários no geral, entre outras situações nas quais seja viável financiar por um período menor.

A Tabela Price é um sistema vantajoso principalmente para pessoas que estão ascendendo profissionalmente. Isso porque tais indivíduos receberão um aumento de seus rendimentos dentro de pouquíssimo tempo e em valores consideráveis.

Essa modalidade também facilita o planejamento financeiro, pois o contratante pode fazer um orçamento mensal com variações bem menores. Além disso, há uma maior exatidão no compromisso com o pagamento.

Influência no financiamento de imóveis

A Tabela Price acaba tendo grande influência na escolha da amortização de um financiamento, uma vez que suas parcelas são fixas. Muitas pessoas acabam optando por ela devido à negociação de prestações mais baixas, que não ultrapassam o limite da instituição financeira.

Então, você acaba tendo mais chances de aprovação do crédito em comparação a outros sistemas — como a Tabela SAC.

Qual é a diferença entre a Tabela Price e a SAC?

Ao optar por um financiamento imobiliário, o comprador do imóvel pode escolher entre a amortização pela Tabela Price ou pela Tabela SAC (Sistema de Amortização Constante). São essas duas formas que definem como a dívida da propriedade será paga ao banco.

Como vimos, na Tabela Price as parcelas são iguais do início ao fim da amortização. Em contrapartida, na tabela SAC, o valor da amortização do empréstimo é o mesmo: há uma alteração somente no valor dos juros — que vai diminuindo ao longo do tempo.

Dessa forma, a tabela SAC permite uma redução no preço das parcelas durante o tempo do financiamento. É feita uma amortização constante, como o próprio nome já diz, porém com um valor de prestação decrescente.

A única semelhança entre as duas opções é a diminuição dos juros durante o período do contrato, uma vez que a dívida do patrimônio também cai ao longo do tempo. Resumindo, pelo método da tabela SAC, a parcela tende a ser reduzida por conta da queda dos juros. Já na Tabela Price, as prestações são constantes mesmo com a igual redução da taxa.

Por fim, é importante levar em consideração todo o seu planejamento financeiro antes de solicitar um financiamento de imóvel. Para não ter problemas ou se encher de dívidas, você deve ter consciência das suas finanças e da renda mensal, independentemente do sistema de amortização escolhido.

Gostou de saber um pouco mais sobre o funcionamento da Tabela Price e como é feito o cálculo do financiamento por esse método? Então, compartilhe nosso conteúdo nas redes sociais e faça com que mais pessoas tenham conhecimento sobre o assunto!

Sem comentários

Cancelar