Passo a passo: veja como instalar papel de parede sem dor de cabeça

Passo a passo: veja como instalar papel de parede sem dor de cabeça

Uma dúvida muito comum no mundo da decoração é: como instalar papel de parede sem complicações? Afinal, dá muito trabalho todo o processo de planejamento e de execução? É difícil cortar o papel e fixá-lo na parede? O resultado fica bonito e natural?

Antes de mais nada, é interessante ressaltar o quanto o papel de parede é uma ótima alternativa de revestimento, uma vez que é fácil de aplicar, tem diversas variedades e é um produto barato. Por isso, é uma opção que está ganhando cada vez mais público.

Com as dicas certas, é simples organizar todas as etapas dos processos envolvidos na instalação, evitando o desperdício de material e possíveis erros na hora da aplicação. Para ajudar você, preparamos este texto com um passo a passo didático de como instalar o papel de parede em casa sem dores de cabeça.

Ficou interessado? Então, acompanhe a leitura e se informe agora mesmo!

Meça a área que receberá o papel de parede

Primeiramente, é preciso medir toda a área em que o papel de parede será aplicado. Isso é necessário, pois só assim será possível saber a quantidade de papel que você precisará comprar. Além disso, é preciso anotar as medidas das portas e janelas presentes na parede para fazer o recorte no papel corretamente.

O ideal é contar com uma trena para medir de baixo para cima a altura e a largura da parede. Vale lembrar que, se houver rodapé ou gesso de teto, essas medidas não entram na conta da área de instalação do papel.

Reúna os materiais

Para uma aplicação fácil e sem problemas, são necessários alguns materiais que fazem toda a diferença na execução, como:

  • trena ou fita métrica para medição;
  • escada para auxiliar a medição e a aplicação;
  • tesoura e estilete para cortar o papel de parede;
  • papel de parede de sua preferência;
  • balde para diluir cola;
  • lápis de escrever;
  • espátula;
  • rolo de pintura;
  • cola de papel de parede.

Outros itens podem ser utilizados de acordo com a demanda do momento. Por exemplo, uma esponja ou um pano seco para retirar o excesso de cola das laterais da parede. Assim, é interessante estar precavido para que todo o processo seja feito com praticidade e sem surpresas.

Nivele a parede

É preciso passar uma camada de gesso ou de massa corrida caso a parede não esteja lisa e nivelada. Depois de tudo seco, passe a primeira demão de tinta na parede e dê alguns dias para secar.

Em seguida, passe um pano úmido na parede para retirar qualquer pó que houver. Após, você pode começar a aplicação do papel de parede.

Corte o papel com cuidado

Com as medidas da parede em mãos, marque com o lápis onde se deve cortar o papel. Nesse momento, lembre-se da marcação das portas e janelas. É recomendado deixar uma margem de segurança de 10 cm, que ajudará na hora de realizar o acabamento sem erros.

É preciso ter ainda mais cuidado ao cortar um papel com estampas para não influenciar a estética dos desenhos. Para isso, também leve em consideração uma margem de folga de 10% a mais de tamanho da altura da parede. Assim, na hora da aplicação, fica mais fácil projetar os desenhos com harmonia e retirar os excessos quando o acabamento for feito.

Passe cola

É muito importante proteger o piso na hora da aplicação do papel de parede para não sujá-lo com respingos de cola. Para isso, forre o chão com jornal ou com lona plástica.

A cola deve ser diluída em água conforme as indicações no rótulo do produto. Deixe-a descansando por alguns minutos, até que fique pronta para uso. Coloque o papel aberto com o desenho para baixo sobre uma mesa ampla e aplique a cola de papel com a ajuda de um rolinho de tinta, sempre do centro para as bordas.

O rolinho auxilia a espalhar a cola para que não fique nenhum excesso em uma parte só. Em seguida, dobre o papel e deixe-o secando. Se você estiver utilizando papel adesivo, pule essa parte do passo a passo.

Aplique devagar e com calma

Com a cola absorvida, pegue o papel dobrado e comece a colocá-lo na parede, da parte superior para a inferior. Assim sendo, cole o papel na altura do teto (utilize a escada para isso) e à medida que ele for desdobrando, vá colando-o na parede.

Retire as bolhas e corte as sobras

Para não ter erro, utilize a espátula para retirar o ar e evitar a formação de bolhas. Caso a bolha já tenha sido formada, não esfregue a espátula ou outro objeto sobre o papel, pois isso pode danificar o material ou até mesmo a cola que foi aplicada.

Com o tempo, cerca de 2 a 3 dias, as bolhas tendem a sair e o papel fica uniforme e homogêneo sobre a parede. Então, tenha paciência.

Quanto às sobras, segure o papel na borda com a ajuda da espátula e passe o estilete bem próximo ao local onde o papel encontra o teto. Faça tudo com calma e sem pressa, assim, o resultado ficará mais bonito.

Conheça opções de papéis de parede populares

Para quem está com dúvidas sobre qual papel de parede escolher, alguns dos mais utilizados são os de vinílico e os autocolantes.

Vinílico

É bastante resistente, podendo ficar em locais que recebem muita exposição solar e até mesmo com presença de umidade. Desse modo, são ideais para quem busca um investimento a longo prazo.

Além disso, ele apresenta uma manutenção fácil e prática, possibilitando até a lavagem da parede com água sem desgastar a qualidade do papel. Vale ressaltar que esse tipo de material necessita de cola para a sua aplicação.

Autocolantes

Os autocolantes são extremamente práticos, tendo em vista que não precisam de cola na hora da aplicação na parede. Ou seja, facilita muito para quem não tem experiência com a instalação.

Assim, é a opção ideal para quem tem medo de se aventurar na decoração com papel de parede e também para quem não quer ter gastos com cola e outros materiais necessários para essa etapa do processo.

Viu como é possível instalar o papel de parede em casa sem dificuldade? Lembre-se de seguir o passo a passo com calma para garantir um resultado uniforme e muito belo!

Agora que você já sabe como instalar papel de parede, que tal conferir se vale mesmo a pena investir em pastilhas para a cozinha? Não fique de fora dessa!

Sem comentários

Cancelar