O retorno do mercado imobiliário e suas novas oportunidades

O retorno do mercado imobiliário e suas novas oportunidades

O retorno do mercado imobiliário e de suas novas oportunidades deve ser algo a se considerar por todas aquelas pessoas interessadas na compra de um imóvel para o próximo ano. Depois de um período de recessão, o país vem apresentando melhoras constantes, sendo que o mercado de imóveis está preparado para consolidar esse ciclo de crescimento em 2019.

As novas facilidades na oferta de créditos e os ajustes fiscais que o governo tem empreendido são alguns dos fatores que motivaram essa transformação positiva. A queda do desemprego e retomada da confiança do consumidor também foram decisivas nesse processo.

Se você quer entender melhor como será o retorno do mercado imobiliário e as novas oportunidades que surgirão a partir disso, continue lendo e aprenda com as informações a seguir!

Aumento das vendas de imóveis

Com um cenário econômico mais positivo e pronto para ser consolidado no novo ano, as pessoas têm se sentido mais seguras para empreender um investimento como a compra de um imóvel. Além disso, a própria baixa no preço das residências que estavam à venda durante a crise contribuiu para que o mercado fosse reaquecido com a chegada de compradores dispostos a adquirirem esses imóveis a valores menores que o habitual.

A oferta de crédito pelos bancos, impulsionada pelas novas medidas do Conselho Monetário Nacional (CMN), que ampliou os financiamentos com uso do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para R$1,5 milhão, foi outro fator bastante importante nesse novo boom do mercado imobiliário, que deve despontar já no próximo ano.

O menor impacto da queda do poder de compra para as classes A e B também contribuiu para que imóveis de alto padrão continuassem sendo construídos e adquiridos por consumidores dentro desse perfil. 

Confiança do consumidor

Todo esse contexto fez crescer novamente a confiança do consumidor na aquisição de um imóvel. Em um cenário incerto que ainda estava agravado pela incerteza no resultado das eleições, era normal que os compradores se sentissem desincentivados a assumirem o compromisso financeiro da compra de uma residência, sobretudo por meio de financiamento.

Com a queda dos juros, a oferta de crédito se tornou mais fácil e mais farta. Isso faz com que as pessoas fiquem mais confiantes para lidarem com um pagamento a longo prazo, como o financiamento de um imóvel.

O controle da inflação e os ajustes fiscais também foram importantes e auxiliam o consumidor que assume financiamentos a longo prazo, como acontece na compra de um imóvel.

Esse maior interesse do consumidor em voltar a investir no mercaado imobiliário fez também com que o mercado reagisse e passasse a se movimentar novamente. Esse novo vigor do mercado imobiliário já vem acontecendo nos últimos dois anos e agora em 2019 tem tudo para se firmar e gerar um novo ciclo de crescimento.

Endividamento menor por parte dos consumidores

Existem quatro fatores macroeconômicos que indicam como o consumo reagirá no mercado de um modo geral. O primeiro deles é o emprego, já que mesmo que as pessoas trabalhem de forma autônoma, o que dará a elas maior seguridade sobre os custos e financiamentos que podem assumir é a certeza de que terão uma quantia determinada de dinheiro todo mês. 

O segundo fator que influencia fortemente esse cenário é massa salarial, que é nada mais do que a soma dos salários de todos os brasileiros, apontando qual a renda disponível para consumo no país. Os números também são animadores, já que hoje o índice de 200,7 é um dos melhores visto nos últimos anos. 

Basta pensar que se há mais dinheiro circulando na praça, mais pessoas estarão dispostas a comprar imóveis e, assim, mais construtoras, empreiteiras e imobiliárias estarão ávidas por atender esse reaquecimento do mercado. Mais uma vez, 2019 reserva bons ventos para essa área.

O terceiro fator diretamente ligado à diminuição do endividamento por parte do consumidor tem a ver com a oferta de crédito, sendo que o mercado imobiliário é certamente um dos maiores exemplos disso. O impacto positivo sobre a construção civil é o que tem permitido a oferta de novos imóveis e com perfis diversos. 

Além disso, a extensão das linhas de crédito oferecendo valores mais altos do que eram praticados anteriormente possibilita que as pessoas vislumbrem novamente a realização de investimentos de alto custo, como a compra de um imóvel, ou até mesmo outras aquisições, como um automóvel, ainda que sejam casos diferentes.

Bom, o quarto fator tem a ver com o impacto dos fatores anteriores sobre si. Nesse caso, estamos falando do aumento da confiança do consumidor. Essa confiança é o termômetro da economia, já que, mesmo em cenários favoráveis, o que determinará se o consumo aumentará ou não é o próprio comportamento dos consumidores.

Esses quatro fatores conjuntamente trazem a solidez necessária para que 2019 seja um ano diferente no plano econômico. Com mais dinheiro na praça, mais crédito, mais pessoas dispostas a comprar e a preparação do mercado imobiliário para atender toda essa demanda podemos esperar o retorno do nicho de imóveis sem qualquer tipo de exagero.

Com a economia está na rota certa e o acompanhamento do mercado imobiliário em relação a esse crescimento, no próximo ano será possível se beneficiar disso com uma oferta maior de imóveis e variedade no perfil das moradias e faixas de preço. Para o consumidor isso é importante porque terá mais opções e condições de comprar aquilo que realmente atende seus interesses.

O momento agora é de se preparar para os bons ventos que o próximo ano traz a quem está interessado na compra de um imóvel. A melhor forma de fazer isso é se cercando das informações corretas e com este post você já tem isso. Não espere mais e comece a se organizar agora mesmo para que no ano que vem você faça uma aquisição acertada e possa morar na residência dos seus sonhos. Planeje-se e colha bons frutos.

Gostou de saber como será o retorno do mercado imobiliário e as novas oportunidades? Ficou com alguma dúvida? Então, aproveite para deixar seu comentário no post!

Sem comentários

Cancelar