Não sabe como financiar um imóvel pela Caixa? Descubra já!

Não sabe como financiar um imóvel pela Caixa? Descubra já!

Você que está pensando em comprar um imóvel, deve avaliar a possibilidade de fazer um financiamento. O procedimento oferecido pela Caixa é um dos mais procurados pelos brasileiros, porque oferece vários diferenciais.

Se você tem dúvidas sobre como financiar um imóvel pela Caixa, este post, com certeza, vai te ajudar. Vamos explicar o passo a passo do processo, mostrar suas vantagens e desvantagens, além de solucionar outras questões importantes. Descubra agora como funciona!

Como funciona o financiamento da Caixa?

Na Caixa é possível fazer o parcelamento do pagamento de diversos tipos de imóveis. Pode ser um imóvel comercial ou residencial, um lote, uma reforma ou mesmo um apartamento comprado na planta. Existe ainda o financiamento de imóveis em áreas urbanas e rurais.

Basicamente, existem dois programas de financiamento nesse banco. O SFH (Sistema Financeiro de Habitação) e o SFI (Sistema Financeiro Imobiliário). A diferença entre eles está no valor dos imóveis.

Para o primeiro, o bem deve custar no máximo R$950 mil, em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. No restante do Brasil, o valor deverá ser inferior a R$750 mil. Já o segundo serve para imóveis mais valorizados.

Qual é o passo a passo?

A partir de agora vamos explicar melhor o passo a passo para você entender exatamente como financiar um imóvel pela Caixa. Fique atento para tirar todas as suas dúvidas!

Pré-requisitos

Como pré-requisito a Caixa exige que você tenha renda suficiente para arcar com as parcelas. Para isso, será feita uma análise de crédito, na qual você deve apresentar diversas documentações para comprovar sua renda.

O banco não permite que você comprometa mais de 30% da sua renda mensal com as parcelas, pois ele entende que você não conseguirá quitar as prestações, aumentando muito o risco de inadimplência para a empresa.

Caso o imóvel que você escolheu tenha parcelas superiores a essa percentagem da sua renda, você tem duas opções: escolher um empreendimento com custo inferior, ou conseguir uma renda extra para aumentar seu poder aquisitivo e custear o financiamento.

Simulação

O próximo passo é fazer uma simulação on-line para saber exatamente quanto custará a entrada e as parcelas do financiamento. A Caixa leva em conta tanto a sua renda quanto o preço do imóvel que deseja comprar. Fora isso, o site vai mostrar algumas possibilidades de imóveis que se adequam melhor ao seu perfil.

Com a simulação fica muito mais fácil entender as suas opções e procurar pelas melhores taxas de financiamento. Além disso, você poderá negociar planos e propostas de outros bancos e instituições financeiras.

Preparação e envio da documentação

Se você já escolheu o imóvel e sabe quais serão as condições do seu pagamento, é hora de separar a documentação para a Caixa realizar a análise de crédito.

Para isso, como dissemos, você precisa enviar todos os documentos que comprovam sua renda, como contracheques, comprovantes de identidade e endereço, carteira de trabalho etc. Ao iniciar o processo, o próprio banco informará a lista completa de documentos que devem ser apresentados.

Caso seja do seu interesse, também é possível adquirir um imóvel em nome de duas pessoas diferentes. Assim, você pode incluir seu cônjuge ou namorado(a), desde que apresente os documentos de união estável.

Análise das condições de financiamento

Na análise de crédito a caixa vai analisar o prazo, custos, sua renda declarada e as características do imóvel (como idade, localização etc.), para adequar o bem dentro de um dos programas oferecidos pelo banco.

Para ser aprovado, é importante que você tenha uma conta na Caixa, o que vai agilizar o processo. Fora isso, você não pode ter dívidas atrasadas, ou a instituição recusará o seu pedido.

Geralmente essa fase demora entre 2 e 5 dias úteis. Após esse período, o banco enviará uma resposta de aprovação ou indeferimento. Caso seja aprovado, serão informados o valor da entrada e das parcelas, o prazo total de pagamento, e também os juros cobrados. Se não for aprovado, você poderá tentar novamente, desde que corrija os fatores que provocaram seu indeferimento.

Avaliação do imóvel pela Caixa

A próxima etapa é a avaliação do imóvel. Para isso, o banco enviará um engenheiro para realizar uma vistoria e perícia técnica no local. O objetivo é entender as condições do bem e garantir sua segurança no processo. Além disso, serão analisados os documentos dos vendedores.

Uma opção interessante é escolher um imóvel do Feirão da Caixa, que são empreendimentos que já foram avaliados. Dessa forma, você vai conseguir agilizar um pouco mais o processo.

Assinatura do contrato e registro do imóvel

Aprovando o financiamento, é hora de assinar o contrato. Nessa etapa, será preciso pagar o ITBI (Imposto de Transferência de bens Imóveis), que incide sobre qualquer compra e venda de imóveis. Em alguns casos do SFH é possível que você consiga isenção dessa taxa, mediante comprovação de que não tem condições de realizar o pagamento.

Fora isso, é preciso registrar o imóvel no cartório, o que também envolve o pagamento de uma taxa.

Liberação dos recursos

Com a avaliação feita e contrato assinado você já vai receber a liberação dos recursos para o financiamento. Geralmente o banco libera o valor concedido via DOC ou ordem de pagamento, diretamente na conta do vendedor do imóvel.

Todo esse processo da Caixa demora em torno de 30 dias para ser realizado, desde que a documentação não apresente pendências. Depois disso, você já pode buscar suas chaves e comemorar!

Quais vantagens o financiamento pela Caixa oferece?

Um dos diferenciais oferecidos é a taxa de juros, que é a partir de 5% ao ano. Geralmente esse valor é bem inferior aos demais bancos. Outra vantagem é em relação ao prazo de pagamento, que é maior do que o restante do mercado costuma oferecer, podendo chegar até 35 anos.

Na hora de realizar o financiamento, você pode entrar com o seu FGTS, o que garantirá um valor maior, diminuindo o valor financiado e também a taxa de juros. Da mesma maneira, como falamos, é uma vantagem poder incluir a renda do seu cônjuge. Isso porque, comprovando uma renda mais alta, você pode adquirir um imóvel mais caro ou reduzir a taxa de juros cobrada.

Por fim, vamos falar sobre como facilitar esse processo. Para isso, é fundamental contratar uma imobiliária conceituada e de qualidade para auxiliar no processo de financiamento.

Isso porque, essa empresa poderá contribuir para reunir a documentação necessária e poderá reduzir suas preocupações. Fora isso, a experiência de mercado pode ajudar na negociação com o banco.

Agora que você já sabe como financiar um imóvel pela Caixa, entre em contato com a gente! Vamos te ajudar em todo o processo e tirar outras dúvidas que você possa ter!

 

Sem comentários

Cancelar