Fique por dentro dos revestimentos de parede mais usados em obras

Fique por dentro dos revestimentos de parede mais usados em obras

Se você quer comprar um imóvel novo ou deseja reformar a casa, um dos tópicos mais importantes a considerar é o tipo de revestimento de parede que será usado. É claro que todos buscamos uma casa decorada e aconchegante, capaz de proporcionar maior qualidade de vida para a família. Mas você sabe quais acabamentos podem ajudar nessa tarefa?

Neste conteúdo, vamos apresentar os tipos de revestimento de parede para decorar a casa. Assim, você poderá escolher os melhores para cada cômodo e deixar o seu apartamento personalizado. Confira!

Qual é a importância do revestimento de parede para a decoração da casa?

Cada pessoa tem um estilo e uma rotina diferente. Além disso, cada um carrega consigo memórias afetivas bem como uma bagagem emocional dos seus relacionamentos e das experiências pelas quais passou. Quando vamos escolher e montar uma casa própria, tudo isso será refletido na decoração dela.

Nesse contexto, os revestimentos têm o papel não só de decorar, mas também de trazer as sensações que você busca dentro do lar. Fora isso, cada cômodo da casa tem uma função diferente, fazendo com que os acabamentos mudem para se adequar ao dia a dia da casa.

Por exemplo, o quarto é um local de descanso e relaxamento, então, você deve procurar cores que transmitam tranquilidade. Da mesma forma, os materiais usados devem dar a sensação de conforto.

Por outro lado, a cozinha é um ambiente utilizado em todos os períodos do dia, além de ser um espaço que reúne pessoas. Por isso, ela pode receber revestimentos coloridos e vibrantes desde que seja fácil higienizá-los, que eles resistam à água e às diferenças de temperatura.

Quais são os principais revestimentos de parede?

E agora? Como escolher o melhor material para cada ambiente? Veja a seguir alguns revestimentos de parede e onde são mais utilizados!

Pedras

As pedras, um dos materiais mais antigos utilizados na construção, têm um charme próprio até hoje e são muito utilizadas como revestimento de parede.

Quando pensamos nas pedras, as que são usadas para revestir paredes externas vêm à mente imediatamente, como é o caso da conhecida pedra São Tomé e dos granitos utilizados nas fachadas de edifícios.

Mas se engana quem pensa que elas não podem ser aplicadas dentro de casa. Esse material confere elegância e sobriedade a diversos ambientes, tais como salas, varandas, cozinhas e áreas gourmet. Basta saber diferenciar os estilos de decoração para escolher a melhor forma de usá-las.

Em decorações modernas e clean, os mármores e granitos polidos revestem paredes em ambientes internos, acompanhando as bancadas de banheiros e cozinhas, por exemplo. Já no estilo rústico, as pedras podem formar mosaicos e compor painéis de TV ou criar um ponto de destaque na casa.

Pastilhas

Há vários revestimentos em forma de pastilha. Existem as conhecidas de cerâmica ou vidro, muito usadas nos anos 2000 para revestir banheiros e cozinhas. Porém, elas também se reinventaram com a tecnologia. Existem pastilhas fabricadas a partir da reciclagem de garrafas PET e outras que usam a fibra de coco como matéria-prima.

Além do fator ecológico, outra vantagem dessas pastilhas inovadoras é que muitas vezes elas podem ser aplicadas por cima de azulejos antigos, o que pode poupar o seu bolso e também evitar a dor de cabeça de ter que quebrar para reformar.

Apesar da maioria das pastilhas ser usada para revestir áreas molhadas, tais como banheiros e cozinhas, a tendência na decoração é usá-las em salas e quartos. Isso é possível com as pastilhas cerâmicas foscas, que imitam tramas de tecido e formam mosaicos que podem criar um detalhe inusitado.

Madeiras

Antigamente, a madeira era utilizada com função estrutural. Mais tarde, ela passou a ser trabalhada e transformada em móveis e pisos. Hoje em dia, ela também é aplicada em revestimentos.

As leis ambientais evoluíram e se tornaram mais restritivas para evitar o desmatamento de florestas nativas. Entretanto, as espécies de reflorestamento, como o eucalipto e o pinus, podem ser aplicadas de diversas formas, conferindo uma aparência natural aos ambientes.

Fora isso, existem os revestimentos que são derivados de madeira ou imitam a sua aparência. No primeiro caso, temos os painéis de MDF (compensados de fibra de madeira) que recebem uma lâmina decorativa remetendo ao material natural. No segundo caso, os porcelanatos também recriam a cor e textura das madeiras.

Em todos os casos, elas trazem bastante aconchego aos ambientes em que são aplicadas. Os painéis decorativos podem ser utilizados em cabeceiras de cama, móveis de TV e até mesmo para disfarçar portas de correr, que podem ser embutidas neles.

Porcelanatos

Como começamos a falar no item anterior, o porcelanato é um revestimento bastante versátil que pode imitar os mais variados materiais, como pedras, madeiras e ladrilhos. Eles são conhecidos por sua alta resistência e durabilidade, além da facilidade de manutenção e limpeza.

Inicialmente, eles eram usados para revestir pisos e paredes de banheiros, cozinhas e áreas externas. Hoje, talvez seja o tipo de revestimento que mais inova na decoração de ambientes. Todo ano são lançados porcelanatos que transmitem praticamente a mesma sensação dos materiais naturais. Sem contar com as versões coloridas e estampadas, que podem facilmente compor a decoração dos mais diversos espaços.

Papéis de parede

Os papéis de parede também incorporaram muita tecnologia nos últimos anos. Com as impressões digitais, é possível criar estampas personalizadas para o seu espaço ou modificar as cores de uma estampa pré-definida.

Da mesma maneira que os porcelanatos, também existem papéis de parede que recriam a aparência de materiais naturais, como o cimento queimado, os tijolos aparentes – típicos do estilo industrial – e até mesmo as madeiras. Entretanto, ele fica atrás no quesito textura, que é mais difícil de ser impressa em papéis.

Apesar disso, eles são uma alternativa muito interessante para os quartos porque têm uma característica mais acolhedora do que os revestimentos frios – tais como pedras, pastilhas e porcelanatos.

As estampas geométricas e com folhagens são as principais tendências quando o estilo é mais jovem e despojado. Já nos locais mais clássicos, os papéis com arabescos contribuem para valorizar a decoração.

Pinturas

Parece óbvio, mas as pinturas são uma ótima forma de revestir as paredes e dar um toque de personalidade aos ambientes. A arquitetura e o design estão sempre em busca de novas formas de pintar as paredes. Uma das mais buscadas hoje em dia são as pinturas geométricas, muito trabalhadas em quartos infantis.

Além disso, você pode brincar com as formas de pintar, colorindo apenas a metade da parede. Esse tipo de pintura é útil para criar um painel de TV ou cabeceira para a cama sem precisar gastar muito.

Também existem as pinturas com massas texturizadas. Com elas, é possível fazer uma parede que imite o cimento queimado ou tenha efeito degradê, por exemplo. A dica é pesquisar e escolher o seu estilo de decoração preferido.

Neste conteúdo, você pôde conhecer um pouco mais sobre os diferentes tipos de revestimento de parede. A intenção não é falar sobre todos os que existem, mas sim mostrar que é possível aproveitá-los como parte da decoração usando os mais diversos materiais.

Agora que você conheceu um pouco mais sobre esse assunto, siga as nossas redes sociais para ficar por dentro de outras novidades! Estamos no Twitter, no YouTube e no Facebook.

Sem comentários

Cancelar