Entenda como avaliar um imóvel e saiba se o valor é o correto

Entenda como avaliar um imóvel e saiba se o valor é o correto

A escolha do novo lar é muito importante. Além de ser um dos maiores investimentos que fazemos durante a vida, é nele onde passamos os melhores momentos, seja em família ou junto aos amigos. Por isso, é importante saber como avaliar um imóvel, aprendendo a reconhecer as boas oportunidades e evitar problemas no futuro.

Por isso, separamos neste artigo os principais pontos que merecem a sua atenção antes de fechar o contrato.

Qual a importância de saber como avaliar um imóvel?

Conforto, segurança, qualidade de vida. Nosso lar proporciona tudo o que é essencial para a felicidade. Porém, não adianta ser levado apenas pelas propagandas e deixar de lado os aspectos importantes para escolher a casa nova. É preciso descobrir quais os fatores que devem ser considerados e, assim, obter o máximo possível dentro do seu orçamento.

Se essa escolha envolver outras pessoas — companheiro, filho — o cuidado deve ser ainda maior, já que as necessidades e desejos de todos os habitantes precisam ser estudados, a fim de que todos consigam viver em paz.

Saber como avaliar um imóvel é uma ferramenta fundamental para, como dizem, separar o joio do trigo, ou seja, o que é ruim do que é bom. Dessa forma, você aumenta exponencialmente as chances de sucesso do seu investimento e pode se concentrar em deixá-lo lindo e aproveitar cada cantinho do novo espaço.

Quais as dicas mais importantes para fazer uma boa escolha?

Existem vários fatores que influenciam o valor final do imóvel. Alguns são práticos e simples, como o tamanho ou localização. Porém, existem critérios que precisam de um olhar atento e objetivo para avaliação, ou mesmo de conhecimento especializado para garantir um final feliz.

Por exemplo: um apartamento grande num bairro de alto padrão pode estar com um baixo valor de mercado se houver algum problema com a documentação ou apresentar a necessidade de grandes reformas.

Então, confira a lista de itens e faça o seu checklist para avaliar a escolha do seu próximo imóvel:

1. Avalie a localização

A localização é um quesito fundamental, principalmente para quem mora — ou vai morar — em grandes centros urbanos. Isso porque a maioria das pessoas prefere imóveis com fácil acesso ao comércio, às principais vias e transporte público, sem precisar abrir mão do conforto e da segurança. Veja a distância e o tempo gasto para ir aos espaços que você e a família frequentam (trabalho, faculdade). Para quem tem, ou pretende ter, filhos, a proximidade a uma boa rede de ensino também precisa ser avaliada.

Observe também os índices de segurança do bairro e do entorno. A proximidade a áreas violentas pode afetar, a médio e longo prazo, a valorização do seu imóvel e, a curto prazo, a qualidade de vida dos moradores.

Um cuidado importante: é preciso calcular a distância entre o imóvel e o comércio no entorno. Procure estar perto sem estar no meio do burburinho. Isso porque quanto mais ocupada a área maior a poluição (do ar, sonora, visual) e os índices de violência.

2. Analise o acabamento

Outro item para aprender a avaliar em um imóvel é o acabamento da unidade e do condomínio (quando for o caso). Pisos de madeira, por exemplo, são mais valorizados do que azulejo, desde que estejam bem conservados, sem manchas, riscos ou problemas (cupim, broca). Atenção à qualidade das torneiras, cerâmicas (vasos sanitários, pias), além da elétrica e hidráulica.

Nas áreas comuns, o cuidado na análise deve ser parecido. Perceba o cuidado com a pintura, limpeza e manutenção (lâmpadas com sensor, jardim planejado e cuidado). Elevadores precisam estar limpos e com o aviso de manutenção recente.

O saguão de entrada é a primeira impressão do seu lar. Limpeza, organização e decoração cuidadosa são essenciais, além de porteiros uniformizados e treinados para atender bem aos moradores e visitantes.

Faça uma visita em toda a estrutura do condomínio, como quadras poliesportivas, salão de festas, piscina e garagem. Verifique a qualidade de cada um dos itens, bem como o funcionamento, a segurança e a organização para uso dessas áreas comuns. Veja qual o tamanho da(s) vaga(s) oferecidas para seu imóvel e se existem itens diferenciados, como bicicletários ou tomadas para carros elétricos.

Por fim, observe qual o padrão de segurança do prédio, como circuito interno de vídeo, controle de portaria e acesso a espaços vulneráveis, como o portão da garagem.

3. Pesquise valores de imóveis similares

É muito comum que imóveis de padrão semelhante e na mesma região estejam na mesma faixa de preço. Portanto, realize uma busca comparativa entre apartamentos para saber se o valor apresentado para você condiz com a realidade.

Muita atenção às ofertas que parecem boas demais para serem reais, ou seja, preços muito abaixo do mercado. Geralmente são unidades com algum problema sério, seja na documentação, junto ao condomínio ou mesmo no estado de conservação.

4. Conte com a ajuda de corretores especializados

A melhor maneira de ter certeza da escolha certa é a partir de uma avaliação profissional, ao invés de contar apenas com as opiniões de amigos, vizinhos ou familiares. Isso porque corretores são especializados em avaliações e conseguem perceber defeitos e qualidades de forma mais certeira e rápida do que o comprador.

Além disso, eles têm acesso a imóveis que podem não ter sido anunciados nos canais onde você pesquisou e informações relevantes sobre a valorização da localidade.

Um profissional também está treinado para negociar a favor do seu cliente, indicando sobre o valor a ofertar ou estabelecendo regras importantes para fechar um bom negócio, como a realização de uma vistoria da elétrica, hidráulica e do ok para a documentação e burocracia envolvidas no processo.

O mais interessante é elaborar uma lista com todos os desejos e necessidades para o novo lar, incluindo tamanho, localização, faixa de preço e estrutura e deixar que eles separem as melhores oportunidades dentro da sua realidade.

Esperamos que nossas dicas possam ajudar você a entender como avaliar um imóvel e porquê é importante contar com a parceria de um corretor para tomar essa importante decisão.

Se você está na busca por um novo lar, não deixe de conferir nosso artigo com os 5 passos para comprar o seu imóvel!

Sem comentários

Cancelar