Decoração de quarto de bebê: conheça 5 dicas para se inspirar

Decoração de quarto de bebê: conheça 5 dicas para se inspirar

O nascimento de um filho é um momento mágico na vida de um casal, cheio de expectativas e sonhos. Uma das partes mais gostosas nesses 9 meses de espera é preparar a casa para a chegada do novo membro da família e escolher a decoração de quarto de bebê. Afinal, é ali naquele cantinho que vocês viverão muitos momentos de amor e união, e, sejamos sinceros, engraçados, também.

Hoje em dia, existe uma infinidade de estilos e projetos de decoração que agradam desde os pais mais modernos e descolados até aqueles que não ligam muito para o visual do cômodo. São tantas opções e preços que fica até difícil chegar a um consenso. E por mais que seja prazeroso escolher cada detalhe, não se deve perder de vista que o quarto precisa ser funcional e adequado para as necessidades do bebê.

Foi pensando em vocês, papais, que elaboramos este post com 5 dicas inspiradoras para criar um cantinho bonito e aconchegante que supra suas necessidades, sem deixar de lado o charme e a sofisticação. Vamos lá!

1. Distribua bem a mobília

Antes de pensar na decoração do quarto, planeje bem a distribuição dos móveis. A área reservada para o berço deve ser de fácil acesso e ficar longe de qualquer corrente de ar. Faça uma linha imaginária entre a porta e a janela para descobrir por onde o vento passa e posicione-o fora desse espaço. O ideal é que ele fique sempre em uma das laterais do cômodo.

A partir daí, fica mais fácil definir a disposição do restante dos móveis, como trocador, cômoda, poltronas e armários. Evite sobrecarregar o quarto com muita mobília para não deixar a decoração poluída. Além de ter espaço suficiente para que vocês circulem livremente, o local deve transmitir uma sensação leve e aconchegante.

Para não correr o risco de comprar móveis grandes ou pequenos demais para o cantinho do bebê, lembre-se de tirar todas as medidas do quarto antes de bater o martelo. E não se esqueça de que eles devem ser revestidos com materiais laváveis e resistentes. 

2. Prefira móveis versáteis e práticos

Ainda sobre os móveis, é legal basear as suas escolhas pensando na praticidade. Muitos pais escolhem colocar uma poltrona ou cama adicional no quarto para acomodar quem estiver cuidando do bebê. Uma dica para economizar espaço é apostar em produtos 2 em 1, como as poltronas de amamentação que, quando abertas, viram camas auxiliares.

O mesmo princípio deve ser aplicado na hora de escolher o berço. Dê preferência para os produtos multifuncionais, que vêm com trocador acoplado e gavetas adicionais. Na hora da troca de fraldas, é bem mais prático para acessar as roupinhas e os itens básicos de higiene. Há também modelos que se transformam em cama de solteiro ou até criado-mudo. 

Por fim, tenha em mente que, uma hora, o bebê vai crescer, e você pode — e deve — reaproveitar os móveis. ​Escolha cores e estilos que sejam fáceis de incorporar em outros ambientes da casa e que sejam versáteis. Um berço ou uma poltrona que se transforma em cama pode muito bem acomodar seu filho quando ele estiver maiorzinho, ou até mesmo uma visita.

3. Escolha um tema para guiar a decoração

Escolher um tema específico para a decoração de quarto de bebê ajuda na hora de optar pelos elementos que vão compor o cenário. Ursinhos, marinheiros, Star Wars, céu, princesa, fundo do mar — há uma infinidade de opções que refletem a mensagem que os pais querem passar.

Adesivos são uma ótima escolha para complementar a cena sem precisar recorrer aos papéis de parede, difíceis de serem aplicados e trocados quando já não condizem mais com a idade do bebê. As cores e formatos variados também servem para trazer mais vida e contrastar com os tons das paredes e móveis, conferindo uma atmosfera divertida e especial para o ambiente. 

Agora, se você quiser evitar o trabalho de ter que mudar tudo quando a criança crescer, invista em uma decoração neutra. Dá para brincar com as cores e os formatos geométricos para criar um ambiente delicado, moderno e sofisticado, que combine com qualquer idade.

4. Aposte em cores claras

Quando o assunto é decoração de quarto de bebê, é importante lembrar que todos os estímulos visuais são capazes de influenciar no estado de espírito da criança. O cômodo deve ser um local de tranquilidade e descanso, por isso, cores muito fortes nas paredes e móveis devem ser evitadas para não deixar o pequeno muito agitado.

Opte por uma paleta de cores mais clara e suave, que ajuda a aumentar a sensação de amplitude do cômodo e reflete a luminosidade do ambiente sem interferir na qualidade do sono do bebê. Tons pastel são muito bem-vindos.

5. Tome cuidado com o piso

O piso do quarto de um bebê está sujeito a ser frequentemente respingado, seja por água, leite, medicação líquida, sucos, papinhas e até xixi. Por isso, deve ser de um material resistente e fácil de higienizar. Geralmente, os pisos de madeira ou emborrachados cumprem bem esse papel, além de serem bonitos e deixarem a temperatura do cômodo agradável.

Se você gosta de tapetes e carpetes, apenas tome cuidado na hora de escolher o material. Eles devem ser fáceis de limpar e ter uma boa aderência, já que tapetes soltos ou que deslizam com facilidade provocam acidentes, colocando em risco a segurança do bebê e das pessoas que circulam pelo cômodo.

Decoração de quarto de bebê não precisa ser um bicho de sete cabeças ou tarefa muito cara. Com criatividade e atenção aos detalhes, é possível transformar um simples cômodo em um cantinho bonito, aconchegante, seguro e funcional. O mais importante é que vocês e a criança se sintam acolhidas neste espaço e que ele atenda às necessidades da família. 

Essas foram somente algumas dicas para ajudá-los a se inspirar e a preparar a casa para a chegada de um novo membro da família. Para ficar sempre por dentro das nossas dicas de decoração, não deixe de curtir a nossa página no Facebook!

Sem comentários

Cancelar