Conheça aqui 7 tipos de piso e saiba como usar em sua casa

Conheça aqui 7 tipos de piso e saiba como usar em sua casa

Em uma decoração, qualquer detalhe pode afetar e alterar o aspecto estético do espaço. Um item que faz toda a diferença é o revestimento, já que é capaz de trazer mais beleza e sofisticação para os cômodos de uma casa, se for bem trabalhado e projetado. No mercado, existem diversos tipos de piso para as pessoas escolherem!

Escolher um piso acaba não sendo uma tarefa fácil por conta da grande variedade de produtos disponíveis, o que dificulta a tarefa dos arquitetos e dos designers de interiores. São muitas opções de materiais, acabamentos, cores, tons, formatos, superfícies, dentre outras características.

Se você está procurando o revestimento certo para projetar em sua casa, continue por aqui e conheça os principais tipos de piso existentes no mercado! Vamos lá?

Quais são os tipos de piso para revestimento?

Os pisos são importantes elementos dentro de uma construção, e cada tipo existente tem sua determinada característica, enquadrando-se melhor em diferentes cômodos da casa. Por exemplo, existem pisos que se ajustam melhor à cozinha, já outros podem ser mais bem aplicados nas salas e nos quartos, bem como há modelos ideais para a área externa. Saiba mais sobre algumas das opções abaixo.

1. Cerâmico

Os pisos cerâmicos são o tipo de revestimento mais conhecido no mundo da construção e são bastante utilizados em cozinhas e banheiros, por conta da sua resistência e durabilidade. Esse piso é um tipo de material perfeito para áreas molhadas, ainda mais se tiver superfície antiderrapante.

A cerâmica tradicional é principalmente aproveitada por azulejos, que podem ser produzidos em desenhos geométricos feitos sob encomenda. Como é popularmente conhecido e amplamente utilizado, o piso acaba apresentando a vantagem de ser o mais barato do mercado.

Uma cerâmica mais avançada é utilizada para a produção de porcelanatos, que exigem um processo diferente na formação e trazem uma gama muito variada de tipos.

2. Porcelanato

O porcelanato é um tipo de piso que vem ganhando muito a preferência dos clientes, por conta da sua característica de deixar qualquer espaço mais bonito e sofisticado. Ele é um produto feito a partir de um revestimento cerâmico que recebe um tipo diferente de tratamento durante sua produção.

O porcelanato passa por um processo de prensagem em alta tecnologia com temperaturas elevadas. A partir disso, o material fica mais resistente e com baixíssima porosidade, o que proporciona uma impermeabilização do piso. Como existem muitos tipos de porcelanato, ele acaba sendo indicado para qualquer tipo de ambiente.

Esse material pode, ainda, ser encontrado em diferentes cores e tonalidades, bem como imitando a aparência de outras matérias-primas, como a madeira.

Porcelanato polido

É um material cuja superfície é muito lisa, pois recebe um polimento especial com uma camada protetora. É o porcelanato mais indicado para ambientes secos, visto que, com a baixa absorção de água e a superfície polida, ele acaba ficando mais escorregadio.

Porcelanato esmaltado

Nesse caso, o porcelanato recebe uma camada de esmalte em sua superfície e isso possibilita que ele seja estampado com diferentes tipos de desenho, podendo ser utilizado tanto em áreas molhadas quanto em regiões secas.

Porcelanato acetinado

Já o porcelanato acetinado recebe um acabamento com brilho em sua superfície, mesmo que seja mais discreto, e que ainda traz um destaque bem bonito para o revestimento. O tratamento acetinado torna, também, o material resistente a riscos, podendo ser utilizado em ambientes mais secos.

Porcelanato natural

O natural, como o próprio nome já diz, é o porcelanato que não recebe nenhum tipo de tratamento especial, ou seja, não é polido e nem é esmaltado. Sua superfície, então, pode ser matte ou opaca, o que deixa o produto mais resistente e áspero, não sendo tão escorregadio quanto os outros tipos. Ele acaba sendo usado em áreas externas e comerciais.

Porcelanato struturato

Esse tipo tem uma superfície levemente abrasiva, sendo uma ótima opção para ambientes molhados, como banheiro, piscina, saunas, decks e garagens.

3. Laminados de madeira

Os revestimentos feitos a partir da madeira são produtos que trazem consigo muito calor e conforto para o ambiente, ou seja, se você utilizá-lo para revestir a sua casa, terá um aspecto mais elegante e aconchegante.

Os laminados têm ganhado bastante destaque dentro do mercado e nas construções feitas atualmente. Eles são facilmente aplicados e têm, ainda, a garantia de durabilidade e rendimento, por serem feitos de madeira. Além disso, seguem as tonalidades das diferentes cores do material ou de outro tipo de superfície aplicado.

4. Pedras

Já as pedras também são materiais que podem ser utilizados como revestimentos. São produtos bastante resistentes e trazem consigo um estilo mais arrojado para os ambientes em que são instalados. As pedras mais utilizadas são o mármore e o granito, tendo diversas tonalidades e cores para serem trabalhadas, sendo aplicadas principalmente na área externa das casas, como em varandas e churrasqueiras.

5. Cimento queimado

O revestimento por cimento queimado é um tipo de material que oferece um visual rústico e contemporâneo. É um produto de fácil aplicação e deve ser colocado em uma superfície lisa e nivelada, sendo ideal para os casos de obra.

O cimento queimado pode ser combinado com faixas de cerâmica, ladrilhos e pedras, sendo aproveitado tanto em áreas internas como em áreas externas. Por ser feito de cimento, ele ainda adquire uma resistência alta e, consequentemente, é mais durável.

6. Ladrilhos hidráulicos

Existem também os ladrilhos hidráulicos, que são um tipo de revestimento que voltou a ser procurado por profissionais do ramo da decoração, uma vez que ele carrega uma beleza diferenciada e versatilidade para o ambiente.

É feito à base de cimento e recebe desenhos e estampas em sua superfície, sendo bastante interessante por conta da sua versatilidade de cores e modelos. Pode ser utilizado como elemento de decoração para cozinhas e para o espaço gourmet.

O ladrilho acaba sendo uma excelente opção para quem gosta de ousar na decoração, visto que ele pode ter diferentes combinações de estilo. Ele ainda é bem fácil de ser aplicado e não gera sujeira e nem bagunça nos ambientes.

7. Pastilhas

Por fim, existem as pastilhas, que são um tipo de revestimento que complementa os acabamentos e traz uma estética diferente para os espaços. Elas podem ser utilizadas em ambientes molhados e são de fácil aplicação.

As pastilhas podem ter uma diferença de tonalidade de uma mesma cor, o que permite que o espaço fique mais sofisticado, bonito e aconchegante, além de bastante contemporâneo. Você pode encontrá-las aplicadas em muitas fachadas de edifícios, como um diferencial nos revestimentos.

Vale ressaltar que você deve pesquisar, dentre as opções de tipos de revestimento, aquele que vai se enquadrar da melhor forma naquele cômodo em que você vai aplicá-lo.

Gostou de aprender um pouco mais sobre os tipos de piso existentes no mercado da construção civil? Ficou interessado em ver mais conteúdos como este? Então, continue por aqui e veja em quais pastilhas para cozinha vale a pena investir.

Sem comentários

Cancelar