Conheça 6 tipos de tapetes para decorar a sua casa

Conheça 6 tipos de tapetes para decorar a sua casa

Planejar e executar um projeto de decoração é uma delícia, não é mesmo? Mas também pode ser um verdadeiro desafio. Isso se deve principalmente às inúmeras possibilidades de móveis, objetos e cores que encontramos pelas lojas. Escolher os tipos de tapete, um dos principais itens de decoração, também não é uma tarefa fácil diante das diversas opções disponíveis no mercado.

Presente frequentemente nas salas de estar e quartos, os tapetes trazem mais estilo e glamour ao ambiente. Existem muitos tipos de tapete, feitos com materiais diferentes, em formatos, cores e estampas variadas que se adequam a cada ambiente da casa.

Para te ajudar a escolher o tapete ideal, vamos falar aqui dos 6 tipos mais usados e qual é melhor para cada cômodo ou estilo de decoração. Continue lendo para tirar todas as dúvidas sobre o assunto!

Por que usar tapetes na decoração?

Os tapetes são elementos decorativos quase obrigatórios para quem gosta de estilo e conforto, já que eles criam um ambiente mais aconchegante, além de elegante, dependendo do material escolhido.

Poder andar descalço no inverno e sentir uma textura agradável que abraça os pés, por exemplo, é um ótimo fator para decidir por um modelo mais volumoso ou até mesmo para criar no chão da sala uma área onde seja possível deitar para assistir TV.

O tapete também funciona muito bem como um divisor de ambientes. Pode servir para esconder algum defeito que exista no piso ou para proteger o chão de móveis que causem riscos — como cadeiras e mesas de jantar.

Quais são os principais tipos de tapete?

Para cada ambiente existem tipos de tapete que se adequam melhor. Seja pelo material, que pode ser hipoalergênico — o que seria uma ótima escolha para o quarto do bebê —, ou que tenha baixa absorção de água, entre outras especificidades. 

Vamos conhecer agora 6 tipos diferentes para decorar a casa. Veja!

1. Tapete Shaggy

O tapete Shaggy é perfeito para quem procura conforto ao toque. A estrutura do tecido é de fibra sintética ou natural, com uma pelagem alta que proporciona maciez e movimento. Estes modelos podem ser encontrados em várias cores, o que permite aumentar as chances de boas combinações em diversos ambientes.

Por ser fabricado com um material mais acessível, este tipo de tapete vem ganhando espaço e conquistando cada vez mais compradores. A dica para não errar na escolha de um Shaggy é investir em um produto feito com materiais de qualidade, que resultarão em um tapete exuberante que trará um toque especial ao ambiente. É o modelo ideal para deixar uma sala de estar mais aconchegante.

É interessante observar que, justamente por ser feito com pelos altos e volumosos, este tipo de tapete não é muito indicado para quem possui animais de estimação, já que acumulam mais sujeira e são mais difíceis de limpar.

2. Tapete Aubusson

O Aubusson começou a ser fabricado por volta do século XVI para ser utilizado pela realeza da França. Os tapetes desse estilo são bastante coloridos, com desenhos rebuscados em formatos florais, geométricos ou até mesmo com medalhões característicos do período histórico da Renascença.

O tecido não tem pelos e é bem fino, o que possibilita que seja utilizado em diversos cômodos de uma residência, principalmente com uma função estética. São peças clássicas e sofisticadas, que acompanham muito bem a decoração de ambientes requintados e de alto padrão.

3. Tapete persa

O tapete persa é outro clássico que nunca perde o valor. São peças com uma carga histórica muito forte, que remetem à cultura dos povos da antiga Pérsia. São fabricados manualmente, com materiais naturais como seda, algodão ou lã, e que são tingidos com pigmentos extraídos de plantas e minerais.

Eram fabricados, em sua origem, por tribos nômades e serviam basicamente como proteção ao frio. Porém, com o passar do tempo, começaram a funcionar como manifestações artísticas, por isso, são bastante coloridos e com desenhos ricos em detalhes. 

Hoje, são peças extremamente luxuosas, que combinam com muitos estilos de decoração e ficam ótimos em quase todos os ambientes, inclusive nos banheiros.

4. Tapete de fibras naturais ou Sisal

As fibras naturais, como a definição já sugere, são materiais retirados diretamente da natureza, extraídos principalmente de plantas. O tapete de sisal é um dos tipos mais conhecidos e é fabricado com a fibra das folhas de uma planta de mesmo nome.

Os modelos em fibras naturais costumam ser confeccionados manualmente, o que agrega bastante valor de mercado às peças. Por serem feitos à mão, os tapetes possuem um aspecto mais rústico, que funciona muito bem em ambientes externos como varandas, ou mesmo em salas de jantar, estar ou cozinha, dependendo do estilo da decoração desses cômodos.

5. Tapetes redondos

Independente do material com o qual um tapete redondo seja produzido, a principal vantagem é mesmo o seu formato. Esse estilo é bastante utilizado em salas de jantar, principalmente quando existe uma mesa redonda no local. O tapete é posicionado exatamente abaixo da mesa e das cadeiras, o que ajuda na composição da decoração.

Um cuidado que deve ser levado em consideração nessa situação é escolher um material que seja fácil de limpar, caso aconteça algum acidente com comidas ou bebidas.

6. Tapetes em couro

Os tapetes de couro natural costumam ter um formato irregular, acompanhando as formas do animal do qual foi retirado. Por causa disso, ficam interessantes quando posicionados em ambientes geometricamente organizados, pois ajudam a quebrar o padrão e chamar a atenção para a peça.

Existem modelos em que vários pedaços retangulares de couro são costurados para montar uma peça regular. Além disso, para quem gosta do material, mas não quer um produto natural, é possível encontrar tapetes feitos com couro sintético.

Algumas das vantagens de usar peças em couro na decoração são: a facilidade de limpeza, a alta durabilidade quando o produto recebe os cuidados necessários e um menor acúmulo de poeira — o que faz com que este tipo seja uma boa escolha para quartos.

Agora que você conhece alguns dos diversos tipos de tapete, seus modelos e matérias, e já sabe quais são mais indicados para cada ambiente e estilo, é só escolher quais deles vão fazer parte da nova decoração da sua casa.

Se você já escolheu o tapete, não se esqueça de outro elemento importante da decoração: os pisos. Veja quais os principais materiais para pisos e como usá-los para deixar sua casa ainda mais bonita.

 

 

Sem comentários

Cancelar