Aprenda como montar uma horta em seu apartamento

Aprenda como montar uma horta em seu apartamento

A tendência da horta em apartamento é um dos sinais de que quem mora em cidades grandes está buscando mais qualidade de vida, apesar da atmosfera exaustiva e espaços reduzidos das residências urbanas. Casas cinzentas e comidas industrializadas estão dando lugar ao verde e à alimentação saudável.

Mas como é possível cultivar dentro de casa as mesmas plantas dos vastos campos rurais? A criatividade sempre encontra uma solução e, mudando muito os formatos e um pouco a rotina, várias pessoas estão plantando parte de suas refeições no próprio lar.

Além de ser uma fonte segura de legumes, verduras e temperos, uma plantação em casa estimula o consumo desses produtos, decora o ambiente com uma vegetação viva e ainda se torna uma atividade de lazer.

Quer entrar nessa e garantir alimentos sem agrotóxicos e totalmente orgânicos para a sua família? Então, separe as ferramentas de jardinagem e saiba como cultivar uma horta no seu apartamento!

Determine o espaço

A primeira decisão do planejamento de uma horta para apartamento é o local do cultivo. Não se preocupe agora com o tamanho disponível, pois isso será resolvido depois. Agora é importante pensar principalmente na insolação.

Quantas horas por dia o ambiente escolhido da casa é iluminado pelo sol? Plantas saudáveis e bem desenvolvidas precisam receber diariamente pelo menos quatro horas de raios solares diretos. Descobriu os melhores lugares?

Faça o desempate pensando na comodidade. Geralmente, a cozinha é um cômodo conveniente para ter temperos e hortaliças sempre à mão. Mas se a sacada estiver disponível, há ótimas opções de construção de horta para esse lugar.

Escolha o formato

Chegou a parte criativa do processo! Existem várias soluções para o cultivo em espaços reduzidos, quase todas lançam mão da verticalização. A horta vertical só precisa de uma estrutura — frequentemente um painel para se colocar na parede —, que permita apoiar ou pendurar vários vasos.

Você pode encontrar essas estruturas prontas em lojas de móveis ou especializadas em jardinagem. Lá tem escolhas para todos os gostos e tamanhos.

Mas se você gosta de fazer as suas próprias coisas, é só usar as mãos para construir o seu painel. Treliças de bambus, paletes sem uso, caixas de madeira, canos de PVC, garrafas PET etc. As alternativas são infinitas.

Não tem parede livre no espaço escolhido? Sem problemas! Procure estantes do tamanho mais adequado para o local e apoie as plantas nas prateleiras. Há alguns vasos feitos para serem pendurados no guarda-corpo que são ótimas opções para sacadas.

Dê os toques artísticos finais com aplicações placas, cores e peças decorativas para complementar esteticamente a parte estrutural.

Decida o que plantar

Com tudo preparado para receber as plantas, falta decidir o que cultivar. Em geral, hortaliças e temperos têm vantagens para hortas de apartamentos, por causa do tamanho.

Claro que a seleção depende do que você e sua família gostam, mas veja algumas opções comuns para guiar a sua escolha!

Tomilho

O tomilho é uma planta que resiste bem a condições adversas, por isso não precisa de muitos cuidados. Como requer pouca água, regue apenas quando a terra estiver seca ao toque.

Depois de duas semanas desde o plantio da muda, os galhinhos da erva já podem ser podados para o preparo dos alimentos. Mas lembre-se de nunca arrancar as folhas direto da planta.

A planta de sabor apimentado é muito utilizada para o tempero de carnes vermelhas, peixes e molhos. Além dos seus usos culinários, o tomilho também tem propriedades medicinais e serve como decoração.

Tomate-cereja

Os frutos pequenos do tomate-cereja são muito consumidos em saladas e têm cultivo rápido e fácil. Por essa razão, a planta é ótima para quem não tem muita experiência com jardinagem.

Mas o tomate-cereja exige muita luz solar, então deve ser plantado longe da sombra de outros vegetais. Se você começar o cultivo em clima quente, dentro de dois meses o pé já fornecerá os primeiros frutos.

Hortelã

A hortelã é uma herbácea muito conhecida pelas suas características aromáticas. Precisa de temperatura amena, terra sempre úmida e um espaço só seu. Se ela tiver competição com outras plantas, a hortelã provavelmente vai danificar a concorrente.

A época ideal da colheita é quando as flores estão aparecendo, pois é quando as folhas possuem sabor e aroma mais intensos.

Orégano

Muito utilizado na cozinha do Mediterrâneo, de onde é nativo, o orégano suporta climas bem extremos. Mas a condição boa para o seu desenvolvimento é um substrato moderadamente úmido e bastante luz solar.

Na culinária, o orégano é usado como tempero em molhos de tomate, pizzas, carnes e outros alimentos. Normalmente é armazenado seco e picado, pois assim o seu sabor é realçado.

Alecrim

Outra erva aromática originária do Mediterrâneo, o alecrim tem flores muito bonitas, o que faz dele uma planta largamente utilizada no paisagismo. Bastante resistente, não necessita de muitos cuidados. Portanto, é outra opção para iniciantes.

Para começar, basta coletar um ramo de aproximadamente 10 cm de um alecrim já crescido e enterrá-lo em vaso. Esse é o jeito mais rápido de ter um exemplar da planta na sua casa. Depois é só utilizar as folhas para o tempero de carnes em geral.

Manjericão

A última planta de sugestão para a horta de apartamento é o manjericão. Outro tempero com muitas aplicações culinárias, como a tradicional pizza marguerita.

O manjericão se originou no clima subtropical, isso significa que ela gosta de muito sol e muita água. Para reproduzi-lo na sua casa, colete alguns galhos de uma planta já desenvolvida e deixe-os mergulhados na água até nascerem as raízes. Em seguida, faça a transferência para um vaso com o substrato rico em matéria orgânica.

Além dessas ideias, há muitas outras espécies que cabem em uma plantação caseira. Alfaces, cebolinhas, rúculas e outras verduras são encontradas com facilidade e não exigem muita experiência para resultarem em uma boa colheita.

Como se viu, não é nada impossível construir uma horta em apartamento, não é mesmo? Com um pouco de trabalho e muita criatividade, um cantinho rural dentro de casa vai alimentar todos da sua família e deixar um toque de natureza na decoração.

Gostou do artigo? Continue acompanhando as nossas novidades! Curta a página da imobiliária Fernandez Mera no Facebook!

Sem comentários

Cancelar